Eli Borges votou contra o fundo partidário, mas fez uso da verba

Fundo Partidário

Por Redação em 05/03/2022 às 09:58:00

Foto: Redes Sociais

VOTAÇÃO

Na votação deste ano, em julho na câmara dos Deputados, o Parlamentar Eli Borges não compareceu à audiência, já em dezembro, o parlamentar votou a favor do veto, ou seja, uma forma de abdicar do financiamento de campanha. Em 2018 nas eleições, Eli Borges entrou como candidato a Deputado Federal e recebeu um total de R$ 1.115.272,05 entre recursos de partido político, fundo especial de financiamento de campanha e fundo partidário. Já nas eleições de 2020, o valor recebido do fundo eleitoral foi de R$ 400.000.

CONTRADIÇÃO

É contraditório e chega até a ser demagogia, o parlamentar que já exerce cargo público há anos, já fez uso do recurso, e entende a necessidade da verba para demais políticos, votar contra e ainda assim, ter usado uma parte da quantia cedida. Como foi citado acima, o Deputado em 2020, mesmo após ter votado contra o fundo partidário, fez uso de R$ 400.000 somente em 2020. As informações de prestações de contas estão disponíveis no site do TRE, e afirmam o fato.

FATO

O GG Notícias tem responsabilidade com a publicação de fatos, e fica a incógnita se o que é dito é executado fica no ar. O site acompanha as novidades e irá publicar para os leitores.

Comunicar erro
UnirG

Comentários

Anuncie