30º Arraiá da Capital: juninas do grupo de acesso e de escolas municipais levam cores e alegria à arena

Festa continua nesta sexta, 24, e segue até domingo, no estacionamento do Estádio Nilton Santos

Por GG Noticias em 24/06/2022 às 17:00:00

Junina 'Fogo na Cumbuca' contou a história do mundo das fadas, flores e falantes

A segunda noite do Arraiá da Capital, que acontece até domingo, 26, no estacionamento do Estadio Nilton Santos, foi marcada pelas apresentações das Quadrilhas Juninas do Grupo de Acesso e do Projeto "São João Vem de Berço". Pelo Grupo de Acesso, quem abriu os trabalhos foi a Junina "Fogo na Cumbuca", subindo ao palco com 26 brincantes e contando a história do mundo das fadas, flores e falantes, sob o comando do marcador Murilo Castro.

Também se apresentou a Junina "Explosão do Amor Caipira", que arrancou aplausos da plateia, com o tema: "Alzheimer: 1 minuto pra dizer que te amo". O alzheimer é a forma mais comum de demência neurodegenerativa em pessoas de idade.

Da arquibancada, Luíza Cândida Oliveira de Cuba acompanhava cada detalhe das apresentações ao lado de seus familiares, que vieram de Uberaba (MG) e aproveitaram o passeio para conhecer o "30º Arraiá da Capital". "Está tudo muito organizado, a festa está linda", disse.

Quem entrava no circuito já encontrava música boa, No Coreto, que teve sanfona e zambumba com Zé Paulo do Acordeon, Paraíba dos 8 Baixos e Viny da Maré. A empresária e decoradora Sara Fabiana estava acompanhada do esposo, Pablo Renan Maciel, e do filho pequeno, Benício Gabriel, que estava vestido a caráter. "Eu gostei muito das danças das meninas, da comida típica e da segurança do evento, que me chamou muita atenção", disse.

São João Vem de Berço

As quadrilhas do Projeto "São João Vem de Berço", abriram a noite, levando para a arena da festa mais tradicional de Palmas grupos formados por alunos das escolas municipais. A primeira quadrilha a se apresentar foi a junina da Escola de Tempo Integral Eurídice Ferreira de Melo, mostrando muitas cores e coreografias.

A Escola Municipal Thiago Barbosa mostrou brilho e desenvoltura com seus 16 casais brincantes, que dançaram sob o comando do marcador e coreógrafo Leonardo Furtado. A Escola de Tempo Integral Professora Margarida Lemos, do Lago Sul, ao subir no palco, homenageou o poeta José Gomes Sobrinho. A quadrilha foi puxada pelo marcador e coreógrafo Jhefherson da Silva, que conduziu os 24 brincantes, chamando a atenção do público presente.

O presidente da Fundação Cultural de Palmas, Giovanni Assis, elogiou a participação das escolas municipais no Arraiá da Capital. "É muita emoção com o Projeto "São João Vem de Berço", que trouxe para a arena novos brincantes das escolas municipais de Palmas", destacou.

Som do arraiá

Para os amantes do forró, a noite foi finalizada ao som do cantor Dorivã, com "Passarim do Jalapão", e do arrasta povão Théo Santana, com o hit "Guery Guery", levando o público a cantar e os casais a dançarem agarradinhos.

Comunicar erro

Comentários

Anuncie