Duas mulheres e um homem são presos por participação em assalto a salão de beleza em Araguaína

As mulheres se passavam por clientes do salão para fornecer informações aos comparsas

Duas mulheres e um homem são presos por participação em assalto a salão de beleza em Araguaína

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR) de Araguaína, prendeu nesta quarta-feira, 21, duas mulheres e um homem apontados como participantes de um assalto ocorrido em um salão de beleza, em julho deste ano, na Vila Ribeiro em Araguaína.

Na época, dois homens chegaram ao salão de beleza com intuito de roubar joias que as donas vendiam e deixavam expostas no balcão. No momento do assalto uma pessoa que passava na rua interveio e conseguiu balear um dos assaltantes, que foi preso. O outro assaltante conseguiu fugir antes da chegada da polícia.

No curso das investigações foi identificado que as duas mulheres frequentavam o salão como clientes e usavam dessa condição para repassar informações aos comparsas. "Uma dessas mulheres chegou a ser ouvida no inquérito policial como testemunha do assalto ocorrido em julho, pois no dia acreditava-se que ela era apenas uma cliente. Mas no decorrer do inquérito ficou demonstrado que ela participou da ação, repassando informações para os dois homens, que foram responsáveis pela ação violenta de subtração", explicou o delegado Alexander Costa, titular da DRR.

Após a identificação dos suspeitos, as prisões preventivas foram decretadas pela justiça e executadas nesta quarta-feira. O homem foi apontado como o dono da moto usada no assalto e namorado de uma das mulheres.

Os três foram indiciados por roubo majorado, que é quando há possibilidade de aumento da pena a depender das circunstâncias em que o crime ocorreu. Neste caso, por uso de arma de fogo e concurso de pessoas.

As mulheres foram encaminhadas para a unidade prisional de Ananás e o homem para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína.