Ações itinerantes da Defensoria começam nesta sexta-feira, 24, em quatro localidades

Por meio do Programa, a Instituição leva o seu atendimento a tocantinenses hipossuficientes que vivem em regiões com mais dificuldades de acesso a uma das unidades de atendimento da Instituição.

Foto: Loise Maria/Comunicação DPE-TO/Arquivo (2022)

Foto: Loise Maria/Comunicação DPE-TO/Arquivo (2022)

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) inicia hoje as primeiras edições de 2023 do programa "Defensoria Itinerante". As primeiras localidades a receberem a ação serão os municípios de Couto Magalhães, Marianópolis, Sítio Novo e Babaçulândia.

Também são atendidas comunidades com menor viabilidade para o atendimento remoto (feito por ligação telefônica e/ou chamada de vídeo), a exemplo de povoados nas zonas rurais dos municípios.

Das 60 edições previstas para este ano, quase 40 localidades do Tocantins serão atendidas, entre cidades, povoados e comunidades indígenas e quilombolas.

Defensoria Itinerante

O Programa possibilita que pessoas hipossuficientes de regiões tocantinenses com dificuldade de acesso a uma sede da Instituição tenham atendimentos jurídicos gratuitos.