Política Polícia

Em Araguaína, Polícia Civil conclui investigações e indicia três pessoas no caso do latrocínio de mototaxista

Terceiro envolvido segue sendo procurado pela Polícia Civil

Por GG Notícias

11/04/2023 às 18:00:00 - Atualizado h√°

A Pol√≠cia Civil do Tocantins (PC-TO), por intermédio da 2¬™ Divisão de Homic√≠dios e Proteção à Pessoa - 2¬™ DHPP de Aragua√≠na, concluiu nesta segunda-feira, 10, a investigação de crime de latroc√≠nio no qual um mototaxista foi morto no setor Aragua√≠na Sul, no √ļltimo dia 30 de março, e indiciou tr√™s indiv√≠duos por latroc√≠nio.

Além de ser indiciado por latroc√≠nio, um dos homens envolvido no caso, também foi indiciado pelo crime de homic√≠dio tentado, visto que ao fugir do local, ele tentou assassinar um morador do bairro.

O caso

O corpo com marcas de disparos de arma de fogo, do mototaxista Roniel dos Santos Bezerra, de 36 anos, foi encontrado em um matagal, na tarde do dia 30 de março. Ele teve sua motocicleta, bem como uma quantia em dinheiro levada pelos autores do crime. Tão logo foi informada sobre os fatos, diversos setores da Pol√≠cia Civil do Tocantins foram destacados para contribu√≠rem com a investigação policial, que foi comandada pela 2¬™ DHPP Aragua√≠na. "Ainda pela madrugada do dia 31 de março, em trabalho incans√°vel da Pol√≠cia Militar, um dos autores foi capturado e preso em flagrante delito", disse o delegado Breno. Em continuidade às buscas, um segundo envolvido teria sido localizado pela população, sendo também capturado e preso.

O delegado de Pol√≠cia Breno Eduardo Campos Alves disse que "as investigações foram aptas a comprovar que havia um terceiro envolvido no crime, o qual conseguiu fugir de todo o cerco policial realizado no dia do crime." "Em atuação planejada, arquitetaram um plano meticuloso com diversos atos de atração para que a v√≠tima fosse até um local mais ermo, para subtrair valores em dinheiro e bens. Empregaram um automóvel na execução, criaram uma conta junto a um aplicativo, camuflaram e atra√≠ram a v√≠tima com um simples método, do qual nenhum homem médio e honroso se afugenta, o trabalho."

Com a conclusão das investigações, o inquérito foi encaminhado ao Poder Judici√°rio e ao Ministério P√ļblico, sendo que dois dos envolvidos seguem presos preventivamente e um terceiro segue foragido, sendo procurado pela força policial.

O delegado Breno ressaltou o empenho e dedicação das Forças Policiais na elucidação do caso. "H√° que se enfatizar o comprometimento e a integração da Pol√≠cia Civil e da Pol√≠cia Militar, o que possibilitou com que esse crime b√°rbaro pudesse ser desvendado em um curto espaço de tempo, com todos os autores identificados, sendo que dois estão presos e podem pegar até 30 anos de prisão, se condenados", explicou a autoridade policial.

Fonte: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins
Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias
Acompanhantes em Goi?nia