Política

Indicação controversa: Zanin recebeu milhões do PT antes de ser indicado por Lula ao STF

Advogado Cristiano Zanin √© alvo de pol√™mica devido a pagamentos recebidos do Partido dos Trabalhadores antes de sua indicação ao Supremo Tribunal Federal

Por Redação

02/06/2023 às 12:47:57 - Atualizado h√°
Sylvio Sirangelo/TRF-3

Em meio a uma controvérsia que agita os bastidores políticos, surge uma revelação surpreendente. O advogado Cristiano Zanin, indicado pelo ex-presidente Luiz In√°cio Lula da Silva para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu vultuosos pagamentos nos últimos quatro anos, totalizando R$ 2,9 milhões, por serviços de consultoria jurídica prestados ao Partido dos Trabalhadores (PT). Esses pagamentos começaram logo em setembro de 2019, pouco antes de Lula deixar a prisão especial em Curitiba, após a decisão do STF que revogou a prisão em segunda instância.

De acordo com registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o escritório de advocacia que Zanin compartilhava com seu sogro, Roberto Teixeira - um compadre de longa data de Lula -, recebeu mensalmente R$ 46.925,00 do diretório nacional do PT. Essas transfer√™ncias ocorreram até agosto do ano passado, totalizando R$ 1,7 milhão. É importante destacar que os pagamentos foram feitos por meio da conta do PT que recebe doações privadas, e não da conta abastecida com recursos do fundo partid√°rio.

Durante esse período, Zanin decidiu romper a sociedade com Teixeira e estabelecer um novo escritório em São Paulo, juntamente com sua esposa, a advogada Valeska Teixeira Zanin Martins, que o acompanhou na defesa de Lula durante os processos da Operação Lava Jato.

Além disso, em agosto do ano passado, o novo escritório de Zanin foi contratado por R$ 1,2 milhão para prestar serviços advocatícios à campanha presidencial de Lula. Esses honor√°rios foram transferidos em duas parcelas de R$ 600 mil, provenientes do fundo eleitoral. Vale ressaltar que a oficialização da indicação de Zanin para ocupar a vaga deixada pelo ex-ministro Ricardo Lewandowski ocorreu recentemente, por meio de um comunicado enviado por Lula ao Senado Federal e publicado no Di√°rio Oficial da União.

No entanto, para assumir sua posição no Supremo, Zanin ainda precisa passar pela aprovação do Senado, começando pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), seguida pelo plen√°rio da Casa. Apesar das pol√™micas envolvendo os pagamentos recebidos do PT, é prov√°vel que o advogado enfrente poucas dificuldades para ter seu nome chancelado.

Cristiano Zanin, um criminalista de 47 anos, é conhecido por sua atuação nas √°reas de direito econômico, empresarial e societ√°rio. Desde 2013, ele atua como advogado de defesa de Lula, conquistando notoriedade por seu envolvimento nos processos da Operação Lava Jato, ao lado de sua esposa, Valeska Teixeira Zanin Martins. O advogado também ficou conhecido por apresentar um pedido de habeas corpus ao STF em 2021, resultando na anulação das condenações de Lula. Essas decisões reconheceram a incompet√™ncia da 13¬™ Vara Federal de Curitiba e a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro, atualmente senador. Com isso, Lula recuperou seus direitos políticos e se tornou elegível para concorrer à Presid√™ncia da República em 2022, algo que não conseguiu nas eleições de 2018. Em setembro de 2020, Zanin foi alvo de um mandado de busca e apreensão, emitido pelo juiz federal Marcelo Bretas, respons√°vel pela Lava Jato no Rio de Janeiro. Na época, Zanin acusou Bretas de ter ligações com o então presidente Jair Bolsonaro, alegando que a operação tinha o objetivo de intimid√°-lo. Posteriormente, essa operação foi anulada pelo STF.

Além de seu trabalho na defesa de Lula, Zanin também atua como advogado da empresa Americanas no litígio com o banco BTG Pactual, bem como no processo de recuperação judicial da Varig. Seu histórico profissional, repleto de controvérsias e envolvimento com figuras políticas influentes, levanta questionamentos sobre sua imparcialidade e independ√™ncia como potencial ministro do Supremo Tribunal Federal.

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias
Acompanhantes em Goi?nia