Brasil Caso de Polícia

Revelações chocantes: Garoto de programa acusa amigo pela morte do ator Jeff e revela detalhes sinistros

Jeander Vinícius da Silva Braga confessa que Bruno de Souza Rodrigues matou o ator Jeff com fio de telefone após dopá-lo, desmentindo versões anteriores

Por Redação

02/06/2023 às 14:17:21 - Atualizado há
Reprodução/Redes Sociais

No cenário de um crime brutal, novas revelações surgem, deixando todos atônitos. Jeander Vinícius da Silva Braga, um garoto de programa de 29 anos, admitiu após sua prisão na manhã desta sexta-feira (2) em Santíssimo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, que o ator Jeff Machado foi morto por seu amigo Bruno de Souza Rodrigues, de 37 anos, utilizando um fio de telefone.

Jeander também revelou que a vítima foi dopada pela dupla antes de ser assassinada. Contrariando versões anteriores, o suspeito admitiu que não havia uma terceira pessoa presente no momento do crime, o que havia sido alegado pela defesa de Bruno em uma entrevista coletiva na quinta-feira (1º).

Além disso, Jeander desmentiu qualquer relação sexual entre eles e Jeff. Até o momento desta sexta-feira, Bruno estava foragido, e a polícia estava realizando buscas em quatro endereços na Zona Oeste atribuídos aos dois suspeitos. Jeander tentou fugir ao avistar os policiais, mas acabou sendo capturado.

Bruno e Jeander tiveram suas prisões preventivas decretadas pela Justiça na quinta-feira (1º), após um pedido da polícia que foi avalizado pelo Ministério Público.

O corpo de Jeff foi encontrado enterrado em um baú a 2 metros de profundidade e coberto de concreto em uma casa na Zona Oeste do Rio no dia 24 de maio.

As contradições nos depoimentos anteriores foram fundamentais para o pedido de prisão dos suspeitos. Ambos afirmaram que Jeff foi morto na casa em Guaratiba e atribuíram o assassinato a um suposto miliciano chamado Marcelo, que a polícia afirma ser um personagem fictício e uma estratégia dos suspeitos.

Em seus depoimentos anteriores, as versões de Bruno e Jeander se contradizem em vários pontos:

  1. Ato sexual:

    • Bruno: afirmou ter filmado uma cena de sexo entre Jeff, Jeander e Marcelo no segundo andar, enquanto ele desceu para o térreo.
    • Jeander: alegou não ter participado do ato sexual.
  2. Descoberta da morte:

    • Bruno: afirmou não ter presenciado o crime e relatou que Marcelo e Jeander desceram com Jeff já morto.
    • Jeander: também não presenciou o crime, mas disse ter visto Jeff morto ao sair do banho antes do ato.
  3. Ocultação do cadáver:

    • Bruno: relatou que o corpo de Jeff foi colocado no baú pelo suposto miliciano Marcelo, depois que Jeander e Marcelo desceram as escadas.
    • Jeander: disse ter sido obrigado por Marcelo a esvaziar um baú no quarto de Jeff e colocar o corpo dentro, descendo as escadas com o suposto miliciano, e afirmou que Bruno testemunhou esse momento.
  4. Saída do local do crime:

    • Bruno: afirmou ter saído do local enquanto Jeander ainda estava cavando.
    • Jeander: relatou que ele e Bruno foram embora juntos após concretarem o buraco.

A polícia já descobriu que um pedreiro foi responsável por concretar o chão do local.

Durante uma coletiva de imprensa na quinta-feira (1º), a defesa de Bruno Rodrigues apresentou essa nova versão dos fatos, ressaltando que não sabia se seu cliente se entregaria caso a prisão fosse decretada, mas que ele vem colaborando com as investigações, inclusive indicando o local onde estava o corpo do ator.

Uma das linhas de investigação sugere que o ator teria sido enganado com a promessa de entrar em uma novela.

Bruno de Souza Rodrigues trabalhou na Globo até 2018, quando foi demitido pela empresa. Em nota, a Globo informou que forneceu à polícia detalhes sobre o desligamento de Bruno.

A Delegacia de Descoberta de Paradeiros já havia cruzado informações indicando que Jeff Machado morreu no final de janeiro, o que coincide com a data mencionada pela mãe do ator, Maria das Dores Machado, quando a comunicação direta com ele cessou e a troca de mensagens passou a ser apenas por texto no WhatsApp.

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias