Política

Revelações na CPMI: Senador denuncia que TSE e STF tinham conhecimento prévio sobre risco de invasão em 8 de janeiro

Esperidião Amin expõe 11 mensagens de alerta que autoridades do judici√°rio receberam sobre poss√≠veis atos de vandalismo

Por Redação

06/06/2023 às 15:21:53 - Atualizado h√°
Agência Senado

Em um momento de revelações chocantes na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga os protestos ocorridos em 8 de janeiro, o senador Esperidião Amin (PP-ES) lançou acusações explosivas contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Amin afirmou categoricamente que as Cortes tinham conhecimento prévio dos riscos de vandalismo que pairavam sobre as sedes dos Tr√™s Poderes, em Brasília, na fatídica data. Suas declarações foram feitas durante a sessão da CPMI nesta terça-feira, 6.

O senador exigiu acesso e a quebra de sigilo dos relatórios de intelig√™ncia que estão sob posse de uma comissão do Congresso. Além disso, Amin solicitou à relatora da CPMI, senadora Eliziane Gama (PSD-MA), que inclua em seu relatório os 11 alertas emitidos desde 6 de janeiro, alertando sobre os perigos iminentes de invasão do Congresso Nacional, do Judici√°rio e do Pal√°cio do Planalto. Amin destacou que tanto os tr√™s relatórios da Ag√™ncia Brasileira de Intelig√™ncia (Abin) quanto um despacho do ministro Alexandre de Moraes, todos abordando o mesmo assunto, deveriam ser disponibilizados ao público.

"O STF e o TSE tinham conhecimento do risco iminente", declarou Amin de forma contundente, enquanto exigia a divulgação dos nomes dos servidores das Cortes que receberam as mensagens de alerta. "As omissões são tão criminosas quanto as ações. E, como disse o presidente Lula, a porta do Pal√°cio do Planalto estava aberta. Esconder documentos só serviria para encobrir algo."

A CPMI do 8 de Janeiro, que tem como objetivo investigar os eventos ocorridos naquele dia, teve início nesta terça-feira com a apresentação e votação do plano de trabalho. Embora inicialmente prevista para 1¬ļ de junho, a sessão foi adiada para esta semana devido a modificações necess√°rias no plano, resultantes dos inúmeros requerimentos apresentados pelos membros da comissão.

A relatora da CPMI ser√° respons√°vel por apresentar o roteiro das atividades que serão realizadas durante o processo de investigação. As expectativas em torno dessa comissão são altas, à medida que novas informações v√™m à tona, revelando detalhes surpreendentes sobre os acontecimentos do fatídico 8 de janeiro e as possíveis falhas ou omissões por parte das autoridades envolvidas. O país aguarda ansiosamente por respostas e por uma investigação completa e imparcial dos eventos que abalaram a nação.

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias
Acompanhantes em Goi?nia