Senado deve ouvir líder da oposição venezuelana em breve, diz Moro

Mar√≠a Corina Machado, condenada a inelegibilidade pelo regime de Maduro, ter√° a oportunidade de falar sobre a situação da "democracia" venezuelana no Senado, afirma Sergio Moro

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Em um comunicado surpreendente, o senador Sergio Moro (União Brasil-PR) anunciou em suas redes sociais que o Senado em breve ouvir√° Mar√≠a Corina Machado, a principal l√≠der da oposição venezuelana. Essa not√≠cia chega logo após a ditadura de Nicol√°s Maduro, amigo do presidente Lula, declarar a ex-parlamentar ineleg√≠vel na √ļltima sexta-feira, 30. Segundo a Controladoria-Geral, Mar√≠a Corina não poder√° exercer cargos p√ļblicos pelos próximos 15 anos devido a supostas irregularidades administrativas cometidas durante o seu mandato como deputada, entre 2011 e 2014.

No entanto, o afastamento por um per√≠odo tão longo est√° diretamente relacionado ao fato de que Mar√≠a Corina apoiou as sanções impostas pelos Estados Unidos contra Maduro. Curiosamente, essas ações não parecem incomodar o governo brasileiro, como evidenciado pelas declarações recentes do ex-presidente Lula, que relativizou o conceito de "democracia" para defender a ditadura venezuelana. Diante dessa situação preocupante, Moro ressalta que o governo Lula est√° tentando impedir a oitiva de Mar√≠a Corina Machado no Senado, mas a perseverança prevalecer√°.

A l√≠der da oposição venezuelana tem a oportunidade de compartilhar sua perspectiva sobre a chamada "democracia" venezuelana, que constantemente tenta suprimir eleições livres e justas. Mar√≠a Corina Machado é reconhecida por sua coragem e determinação em enfrentar o regime bolivariano, mesmo diante das adversidades. Em suas redes sociais, ela expressou sua opinião sobre a decisão da ditadura, afirmando que isso apenas demonstra o medo do regime diante da derrota iminente.

As prim√°rias da oposição venezuelana estão se aproximando, e Mar√≠a Corina lidera as pesquisas para selecionar o candidato que enfrentar√° Maduro nas eleições de 2024. Com resili√™ncia e esp√≠rito de rebeldia, ela destaca que é o povo da Venezuela quem capacita e decide o futuro do pa√≠s. Até o fim, ela promete lutar com mais força e determinação.

A voz de Mar√≠a Corina Machado ser√° ouvida no Senado, proporcionando uma plataforma para expor as graves questões que afetam a Venezuela e a necessidade urgente de uma verdadeira democracia. Acompanhe de perto essa importante audi√™ncia e as próximas etapas da luta da oposição venezuelana contra o regime autorit√°rio de Nicol√°s Maduro.