Ação política: Lula destina R$ 2,1 bilhões em emendas em um dia para fortalecer laços com o Congresso

Presidente Lula toma medida estrat√©gica durante semana decisiva para pautas econ√īmicas

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Em um movimento político que chama a atenção, o presidente Luiz In√°cio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), liberou expressivos R$ 2,1 bilhões em emendas parlamentares em um único dia. A decisão ocorreu na terça-feira (4/7), em meio a uma semana crucial para o governo no Congresso Nacional, onde importantes pautas econômicas estão em jogo. A C√Ęmara dos Deputados realizar√° um esforço concentrado para votar projetos cruciais, como o PL da retomada do voto de confiança no Conselho de Administração de Recursos Fiscais (Carf), as alterações feitas pelo Senado Federal no marco fiscal e a tão aguardada reforma tribut√°ria.

O montante expressivo empenhado pelo presidente Lula, ou seja, reservado para distribuição, supera até mesmo a última leva de R$ 1,7 bilhão. Nesse caso, a liberação ocorreu em meio à votação da MP da Esplanada. O pagamento das emendas parlamentares é uma das principais demandas das lideranças do Congresso Nacional, em especial da C√Ęmara dos Deputados, onde o governo Lula enfrentou momentos conturbados. A gestão petista chegou a correr o risco – j√° superado – de perder a estrutura ministerial inicialmente definida pelo presidente no início de seu mandato.

Dentro do valor liberado nesta semana, destaca-se o montante de R$ 1,42 bilhão destinado às bancadas estaduais. Entre os estados mais beneficiados, o Maranhão lidera com R$ 171 milhões, seguido por Santa Catarina, que recebeu R$ 147,9 milhões. Esses recursos desempenham um papel fundamental para o desenvolvimento regional e a execução de projetos de grande relev√Ęncia.

O Orçamento de 2023 prev√™ um total de R$ 36,5 bilhões para emendas individuais, de bancadas estaduais e das comissões do Congresso. Até o momento, j√° foram empenhados R$ 9,8 bilhões e pagos R$ 3 bilhões, evidenciando o empenho do governo em cumprir seus compromissos e fortalecer os laços com o Legislativo.