TSE Aprova Orçamento para Expansão da Sede do TRE-TO: Presidente Celebra Conquista e Elogia Gestão Anterior

Proposta de orçamento para ampliação da sede do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) é aprovada pelo TSE, impulsionando o projeto de expansão enquanto o presidente João Rigo enaltece a gestão anterior e as melhorias vindouras.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Uma visão futurista começa a ganhar forma no horizonte da Justiça Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), e o presidente João Rigo Guimarães está no centro dela. No desdobramento de suas metas para o biênio 2023/2025, a expansão da sede do Tribunal Regional Eleitoral é uma das pedras fundamentais, e recentemente uma notícia transformadora ecoou nos corredores: a proposta de orçamento para essa ambiciosa empreitada foi aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em uma sessão administrativa que ocorreu na última quinta-feira (10).

O despertar dessa notícia trouxe um sorriso ao rosto do presidente João Rigo. "Esta notícia nos anima ainda mais. É fruto de, entre muitos fatores, da credibilidade, do resultado do trabalho de excelência do TRE-TO, que é referência nacional em fazer eleições", afirmou com entusiasmo. A aprovação da proposta de orçamento significa um passo concreto em direção à realização de um projeto que não só expandirá o edifício-sede em Palmas (TO), mas também trará melhorias significativas à infraestrutura da Justiça Eleitoral.

R$ 10.947.800,00 são os dígitos que marcam o investimento destinado à concretização desse projeto audacioso. Esse valor não é apenas uma cifra, mas sim um compromisso com a eficiência e o aprimoramento do sistema eleitoral. "O TSE, ao aprovar a proposta, ratifica a necessidade da ampliação em razão de um projeto muito bem elaborado," reitera o presidente João Rigo.

Esse progresso não é apenas um vislumbre do futuro, mas uma celebração do passado. João Rigo fez questão de destacar o trabalho da gestão anterior, comandada pelo desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, e pelo vice e corregedor, Eurípedes Lamounier. "Esta deliberação do TSE reforça aquilo que digo desde quando assumi o TRE-TO. Vamos dar continuidade ao excelente trabalho da gestão anterior, feito graças à capacidade técnica, o conhecimento e o comprometimento dos magistrados e servidores. Esta iniciativa sob a responsabilidade dos desembargadores Helvécio e Lamounier foi fundamental para que conseguíssemos a aprovação do orçamento," enalteceu.

Os números do orçamento aprovado pelo TSE vão além da expansão da sede. A proposta prevê um orçamento de R$ 128.283.137 para o TRE-TO em 2024. Em âmbito nacional, a Justiça Eleitoral receberá um aporte de R$ 11,8 bilhões para o próximo ano. A relevância desse investimento é ampliada quando se considera o impacto que a Justiça Eleitoral desempenha na consolidação da democracia brasileira.

A história de progresso não para por aí. O documento com a proposta de orçamento será encaminhado ao Congresso Nacional para votação, um passo necessário no processo que culminará com a aprovação do orçamento da União, conforme estabelecido pelo Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO). O Plenário do TSE, sob a orientação do ministro Alexandre de Moraes, relator da matéria, aprovou a proposta de forma unânime, pavimentando o caminho para as eleições municipais de 2024.

O compromisso da Justiça Eleitoral transcende orçamentos e números. É uma busca constante pelo aprimoramento, pela garantia de direitos e pelo fortalecimento da democracia. Nesse sentido, a aprovação do orçamento é mais do que um ato administrativo; é uma afirmação do compromisso inabalável com a construção de um futuro democrático sólido e promissor.