8ª Consulta Pública do PPA: Governo do Tocantins ouve a população em Pedro Afonso

Programa "Ouvir para Cuidar" reúne comunidade para definir prioridades no planejamento do Estado.

Foto: Esequias Araujo

Foto: Esequias Araujo

As atividades de elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2024-2027 do Governo do Tocantins estão de volta, e nesta terça-feira, dia 5, a cidade de Pedro Afonso é o palco da 8ª Consulta Pública. Este evento marca o retorno do programa "Ouvir para Cuidar", que visa ouvir a comunidade para construir um PPA que atenda às reais necessidades e demandas da população.

O compromisso do Governo do Tocantins com a participação popular é evidente. Cada consulta pública realizada tem trazido à tona desafios fundamentais e prioridades das regiões do estado. Esses desafios orientam a formulação do PPA 2024-2027, tornando-o mais eficaz e alinhado com as expectativas da comunidade tocantinense.

O Secretário do Planejamento e Orçamento, Sergislei de Moura, destaca a importância da voz da população nesse processo. "O Governo do Tocantins quer ouvir a sua população, e a cada consulta pública estamos percebendo que a comunidade se faz presente. Os desafios eleitos são fundamentais para que o PPA 2024-2027 atenda às demandas e necessidades da comunidade que vive, dia a dia, a realidade de cada uma das regiões do nosso Estado", afirmou.

Regional Meio Norte - Pedro Afonso

A Regional Meio Norte foi dividida em dois territórios para facilitar a participação da comunidade e ouvir suas necessidades de forma mais eficiente. No início deste processo, Colinas sediou a Consulta Pública, com grande participação popular e a priorização da estadualização do Hospital Municipal de Colinas como principal demanda.

Agora, é a vez da Regional Meio Norte 2, que inclui as cidades de Bom Jesus do Tocantins, Centenário, Colméia, Fortaleza do Tabocão, Goianorte, Guaraí, Itacajá, Pequizeiro, Recursolândia, Rio dos Bois, Santa Maria do Tocantins, Tupirama e, claro, Pedro Afonso.

Programação em Pedro Afonso

A consulta pública em Pedro Afonso começa às 8 horas, na Escola Estadual de Tempo Integral Professor Antônio Belarmino Filho. Os participantes poderão se envolver em oficinas dentro de sete eixos temáticos e escolher os desafios prioritários para suas regiões. No final do dia, ocorre uma plenária final, onde toda a comunidade participará da eleição da prioridade das prioridades e das prioridades de cada um dos eixos temáticos.

Esses sete eixos temáticos incluem: Segurança, Assistência Social e Cidadania; Desenvolvimento Produtivo, Economia Criativa, Emprego e Renda; Gestão Pública e Governança; Meio ambiente e Mudanças Climáticas; Saúde e Bem-estar; Educação, Ciência, Tecnologia & Inovação; e Infraestrutura Econômica e Urbana.

Participação Popular Fortalecida

As consultas públicas tiveram início em abril e já percorreram várias cidades do Tocantins, de norte a sul. Sob o lema "Ouvir para Cuidar", essas consultas têm sido essenciais para traçar diretrizes sólidas para o PPA 2024-2027. A participação popular não é apenas incentivada, mas fundamental nesse processo.

As necessidades e os desafios apontados em cada consulta orientam as ações das secretarias de governo, garantindo que os recursos sejam alocados de forma eficaz para atender as diversas regiões do Tocantins.

Após a consulta em Pedro Afonso, as cidades de Novo Acordo e Palmas também serão ouvidas, encerrando esse importante ciclo de participação popular na construção do PPA 2024-2027.

PPA - Planejamento para o Futuro

O Plano Plurianual (PPA) é um instrumento fundamental de planejamento governamental que define prioridades e metas para os próximos quatro anos. Sua construção envolve a participação ativa da comunidade, que aponta os desafios e necessidades de cada região.

Com base nas diretrizes do governo e nas demandas da sociedade, o PPA é pré-elaborado pelo Poder Executivo e, posteriormente, discutido pela Assembleia Legislativa e pela população. A partir do PPA, são definidas as ações de governo que compõem o orçamento público do Estado, garantindo que os recursos sejam alocados de acordo com as necessidades reais da população tocantinense.

Este processo é uma demonstração de compromisso com a transparência, participação democrática e construção de políticas públicas eficazes, fortalecendo o diálogo aberto e transparente entre governantes e cidadãos. O Tocantins está construindo seu futuro com base na voz da comunidade, promovendo um estado mais forte e resiliente.