Confronto em Porto Nacional: Pai Suspeito de Tentar Matar Filho Acaba Baleado em Ação Policial

Drama familiar envolve luta corporal e ameaças à pol√≠cia. Saiba todos os detalhes desta ocorr√™ncia.

Foto: PM/TO

Foto: PM/TO

cena digna de um drama policial chocou a pacata cidade de Porto Nacional: um pai suspeito de tentar matar o próprio filho de apenas 15 anos. Esse episódio sombrio teve lugar no setor Novo Planalto e revela uma narrativa de viol√™ncia doméstica que tomou um rumo ainda mais aterrador.

Segundo informações da Pol√≠cia Militar (PM), o suspeito, um homem de 47 anos, j√° estava em liberdade condicional e havia, h√° aproximadamente um m√™s, rompido sua tornozeleira eletrônica. Esse fato por si só levantava sérias preocupações, mas o que aconteceu em seguida foi ainda mais perturbador.

O jovem de 15 anos relatou aos policiais que seu próprio pai havia tentado tirar-lhe a vida, durante uma terr√≠vel luta corporal. Após o confronto, o pai fugiu da cena do crime de forma desesperada, usando uma bicicleta como meio de fuga. Seu filho, por outro lado, ficou ferido, apresentando lesões nos ombros e na mão esquerda.

As autoridades, agindo com rapidez, conseguiram localizar o suspeito nas proximidades. Este, ao perceber a presença da pol√≠cia, abandonou sua bicicleta e buscou ref√ļgio em uma √°rea de mata densa. Nesse momento, o cen√°rio se tornou ainda mais perigoso, pois o homem estava armado com uma faca e ameaçou os policiais.

Em uma reviravolta angustiante, o suspeito, visivelmente alterado, recusou-se a obedecer às ordens dos policiais, desafiando-os e afirmando que poderia mat√°-los. Esse impasse culminou em um confronto onde, em uma ação de leg√≠tima defesa, um dos militares atirou na mão esquerda do suspeito, desarmando-o e impedindo uma tragédia ainda maior.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e prestou os primeiros socorros ao pai ferido, levando-o para o Hospital Regional de Porto Nacional. Posteriormente, ele foi preso em flagrante por tentativa de homic√≠dio qualificado e encaminhado às autoridades competentes, com a perspectiva de responder pelo crime na Unidade Penal de Porto Nacional.