Gurupi em Destaque: Prefeitura Lança Conferência de Cultura e Editais da Lei Paulo Gustavo

Cidade pioneira investe R$ 726 mil em projetos culturais, reunindo artistas e autoridades para fortalecer a cultura local.

Foto: Lino Vargas

Foto: Lino Vargas

Uma noite repleta de celebração e entusiasmo tomou conta de Gurupi na última terça-feira, 12. A Prefeitura da cidade, através da Secretaria Municipal de Cultura, deu início à 3ª Conferência Municipal de Cultura sob o tema "Democracia e Direito à Cultura". Este evento, realizado em colaboração com o Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC), aconteceu no Centro Cultural Mauro Cunha, reunindo membros da comunidade artística, autoridades locais e até o secretário de Estado da Cultura, Tião Pinheiro. Mas o destaque da noite foi o lançamento dos tão aguardados editais da Lei Paulo Gustavo, que prometem injetar R$ 726 mil na economia local através de projetos culturais.

Os editais da Lei Paulo Gustavo representam um divisor de águas para a cultura local. Gurupi se tornou pioneira no estado ao alocar um montante tão significativo, o que equivale a R$ 726.917,79, para apoiar e impulsionar projetos culturais no município. Essa iniciativa surge como um impulso vital para o setor cultural da região e um reconhecimento do potencial artístico local.

A secretária Municipal de Cultura, Liliane Pagliarini, explicou os detalhes dos dois editais lançados. O primeiro deles, dedicado ao audiovisual, disponibiliza um total de R$ 493.347,39 para investir em projetos. O segundo, destinado às diversas áreas da cultura, oferece R$ 209.570,22 para financiar iniciativas. Além disso, um montante de R$ 24 mil será investido no Chamamento Público para Banca Avaliadora.

Esses editais foram publicados no Diário Oficial do Município no dia 12 de setembro e podem ser acessados também no Portal do Cidadão no Site da Prefeitura de Gurupi. Todos os detalhes referentes aos projetos, valores, prazos e instruções essenciais estão disponíveis para consulta.

Além de ser um marco para a cultura local, esses editais prestam homenagem a duas figuras notáveis que deixaram uma marca indelével na cidade de Gurupi. Os editais levam os nomes da jornalista Leilane Macedo, que tristemente faleceu em junho deste ano em um acidente automobilístico, e da poetisa, professora e membro da Academia Tocantinense de Letras, Zefinha Louça, que nos deixou em 2019. O edital dedicado ao audiovisual recebe o nome de Leilane, enquanto o edital das demais áreas da cultura presta homenagem a Zefinha.

A 3ª Conferência Municipal de Cultura de Gurupi está acontecendo até esta quinta-feira, 14 de setembro, no Centro Cultural Mauro Cunha. Este evento oferece um espaço valioso para debater o desenvolvimento das políticas culturais locais e o fortalecimento da cultura como um pilar fundamental da comunidade. Entre os tópicos abordados estão a ampliação do diálogo sobre a cultura como política, a proposição de um novo Plano Municipal de Cultura (PMC), a definição de diretrizes prioritárias para políticas públicas culturais transversais, o incentivo à adesão de Estados e Municípios ao Sistema Nacional de Cultura (SNC) e a criação de uma política sociocultural que fortaleça a democracia participativa.

As discussões estão divididas em diversos eixos temáticos, como Institucionalização, Marcos Legais e Sistema Nacional de Cultura; Democratização do Acesso à Cultura e Participação Social; Identidade, Patrimônio e Memória; Diversidade Cultural e Transversalidades de Gênero, Raça e Acessibilidade na Política Cultural; Economia Criativa, Trabalho, Renda e Sustentabilidade; e Direito às Artes e Linguagens Digitais.

Além do Conselho Municipal de Políticas Culturais, outros parceiros, como a Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assistência Estudantil (PROECAE) da Universidade de Gurupi – UnirG e o curso de Licenciatura em Teatro do Instituto Federal do Tocantins – Campus Gurupi, se uniram à Prefeitura de Gurupi para tornar este evento possível. É um momento de união e fortalecimento da cultura, com a cidade demonstrando seu compromisso em apoiar seus talentos locais e enriquecer sua vida cultural.