Segurança P√ļblica

Suspeito de Golpes Milionários é Capturado em Sucupira pela Polícia Civil

L√≠der de esquema criminoso que teria enganado milhares de pessoas √© preso após investigação conjunta no Distrito Federal e Tocantins.

Por Redação

22/09/2023 às 06:00:00 - Atualizado h√°
Foto: SSP/TO

Na tarde desta quinta-feira, 21, a Pol√≠cia Civil do Tocantins, por meio da 8¬™ Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC - Gurupi), realizou uma prisão que abalou uma rede de golpes financeiros milion√°rios. O alvo da operação, um homem de 43 anos, foi preso em um rancho na cidade de Sucupira, no sul do estado.

Essa ação conjunta entre as autoridades policiais do Distrito Federal e do Tocantins resultou na captura desse indiv√≠duo, investigado como um dos l√≠deres de um esquema criminoso que teria enganado mais de 50 mil pessoas no Brasil e no exterior, resultando em lucros superiores a R$ 150 milhões.

O delegado-chefe da 8¬™ DEIC, Rafael Falcão, liderou a operação no Tocantins. Segundo ele, a prisão preventiva desse suspeito foi decretada após uma investigação da Pol√≠cia Civil do Distrito Federal, conhecida como "Operação Falso Profeta". Essa operação, deflagrada na √ļltima quarta-feira, 20, tinha como alvo dois mandados de prisão e 16 de busca e apreensão.

Osuspeito era considerado foragido da justiça e estava sendo procurado em v√°rias unidades da federação, incluindo o Tocantins. A Pol√≠cia Civil do Distrito Federal havia informado às equipes da 7¬™ Delegacia Regional de Pol√≠cia Civil de Gurupi sobre a possibilidade de o suspeito estar na cidade de Figueirópolis, onde residia um de seus irmãos. A partir desse alerta, o caso foi repassado à 8¬™ DEIC de Gurupi, que imediatamente iniciou os levantamentos.

Os policiais da unidade especializada descobriram que a fam√≠lia do investigado possu√≠a uma propriedade rural nas proximidades de Sucupira. Com base nessa informação, por volta das 17h, as autoridades efetivamente localizaram e cumpriram o mandado de prisão expedido pela Justiça do Distrito Federal.

Após a prisão, o suspeito foi conduzido à 12¬™ Central de Atendimento da Pol√≠cia Civil, em Gurupi, e depois de passar pelos procedimentos legais necess√°rios, foi recolhido à Unidade Penal Regional local, onde permanecer√° à disposição do Poder Judici√°rio do Distrito Federal.

De acordo com a Pol√≠cia Civil do Distrito Federal, o suspeito é investigado por crimes como lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, sonegação fiscal e estelionato praticados por meio cibernético. Esse grupo criminoso, que inclui dezenas de lideranças evangélicas, abordava suas v√≠timas, a maioria delas fiéis, pelas redes sociais, convencendo-as a investir suas economias em falsas operações financeiras ou projetos de ações humanit√°rias fict√≠cias, prometendo retornos financeiros imediatos e lucros exorbitantes.

Uma das promessas mais audaciosas desse grupo foi a de que, com um depósito de apenas R$ 25,00, as pessoas receberiam a incr√≠vel quantia de R$ 1 octilhão, um n√ļmero seguido de 27 zeros. Essa prisão marca um importante passo na investigação desse esquema fraudulento que prejudicou milhares de v√≠timas em todo o pa√≠s.

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias