Polícia Civil de Araguaína conclui investigação e indicia suspeito de roubo majorado após discussão em bar

Incidente envolvendo bebida alco√≥lica e agressões termina com um dos envolvidos ferido.

Foto: SSP/TO

Foto: SSP/TO

A Pol√≠cia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR) de Aragua√≠na, anunciou o encerramento das investigações de um caso de roubo com uma reviravolta surpreendente. O incidente, que ocorreu em 14 de maio de 2018, no Setor Bela Vista, envolveu um homem de 23 anos, que agora foi indiciado como o autor do crime.

Segundo as investigações da DRR, o crime teve origem durante uma confraternização em um bar da cidade. No decorrer do evento, um dos aparelhos celulares das v√≠timas foi roubado, o que desencadeou uma série de eventos dram√°ticos. Quando as v√≠timas decidiram deixar o local, foram perseguidas pelos suspeitos e, ao chegar em casa, foram abordadas. Os agressores tomaram a chave do ve√≠culo e iniciaram um ataque f√≠sico contra as v√≠timas.

O mais impressionante é que, durante as agressões, os autores ainda tentaram roubar o cordão de ouro de uma das v√≠timas. Em um ato de autodefesa e para proteger as outras v√≠timas, um dos homens agredidos pegou uma faca e feriu gravemente o autor do crime. O suspeito teve que ser hospitalizado às pressas e passar por uma cirurgia de emerg√™ncia.

De acordo com o delegado-chefe da DRR, Fellipe Crivelaro, a atitude de usar a faca para autodefesa foi considerada leg√≠tima defesa com base no artigo 25 do Código Penal, e a v√≠tima não foi indiciada por essa ação.

O autor do crime, com apenas 23 anos na época dos eventos, j√° havia sido indiciado anteriormente pela Pol√≠cia Civil por outro crime de roubo. Com a identificação positiva dos suspeitos, a DRR indiciou o indiv√≠duo como o principal autor deste caso. O inquérito agora seguir√° para o Poder Judici√°rio e posteriormente ao Ministério P√ļblico, que tomar√° as medidas necess√°rias. Esta reviravolta no caso demonstra como a leg√≠tima defesa pode desempenhar um papel crucial na resolução de crimes.