Enteada de Cantor de Forró Morto por Picada de Aranha Deixa Hospital e Revela Marcas da Traumática Experiência

Jhullyanny Lisboa Alves da Silva, de 18 anos, enfrentou momentos difíceis após ser picada por aranha; tragédia levou à morte do padrasto, cantor Darlyn Morais.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Uma trama envolvendo dor, mistério e tragédia se desenrolou na vida da jovem Jhullyanny Lisboa Alves da Silva, de 18 anos, enteada do cantor de forró Darlyn Morais, falecido há uma semana com suspeita de ter sido vítima de uma picada de aranha. Jhullyanny, após encontrar uma aranha em sua cama, também foi picada e, posteriormente, internada com urgência no Hospital Geral de Palmas (HGP). Agora, ela compartilha sua jornada, mostrando as marcas dessa experiência traumática.

O drama começou quando, no dia 30 de outubro, Jhullyanny acordou com uma mancha em um dos pés. Após duas idas ao médico e a ineficácia dos medicamentos, ela foi encaminhada ao HGP, onde recebeu tratamento urgente para a picada de aranha, conforme informou a mãe, Jhullyenny Lisboa, esposa do cantor.

Foto: Reprodução

A família viveu momentos de angústia, pois Darlyn Morais, 28 anos, não resistiu às complicações decorrentes da suspeita de picada de aranha, e seu laudo ainda não foi divulgado pelo Instituto Médico Legal (IML). Jhullyanny, por sua vez, recebeu alta médica na sexta-feira (10) e, agora em casa, segue o tratamento com antibióticos orais e pomada para os ferimentos causados pela aranha.

Em uma reviravolta emocional, a mãe, durante a internação, não informou à filha sobre a morte do padrasto para protegê-la do sofrimento, permitindo que Jhullyanny se concentrasse na recuperação. A família, muito unida, busca compreender e superar a perda de Darlyn, conhecido em Miranorte por suas apresentações de forró ao lado do irmão e de um amigo.

A investigação da morte segue em andamento, aguardando o laudo do IML, que deve ser concluído em até dez dias. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou nesta segunda-feira (13) que o documento ainda está pendente.