Segurança P√ļblica

Operação Fake Card: Suspeito de Crimes Eletrônicos é Detido em Ação Conjunta PC-TO e PC-SC

Homem investigado por furtos eletrônicos utilizando cartões clonados e documentos falsos √© preso em Balne√°rio Cambori√ļ após reiteração criminosa.

Por Redação

02/02/2024 às 21:14:27 - Atualizado h√°
Foto: PC/TO

Na manhã da quinta-feira, 1¬ļ, em Balne√°rio Cambori√ļ (SC), C.A.P.O., 30 anos, foi preso preventivamente em uma ação coordenada pela Pol√≠cia Civil do Tocantins (PC-TO) com apoio da Pol√≠cia Civil catarinense (PC-SC). O principal suspeito é investigado por pr√°ticas de furtos eletrônicos, utilizando cartões de crédito clonados, dados de terceiros e documentos falsificados. A prisão foi efetuada em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Essa prisão é um desdobramento da Operação Fake Card, deflagrada pela Divisão Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC - Palmas), em abril de 2023. A operação foi iniciada após den√ļncias de v√≠timas que tiveram seus dados utilizados para adquirir mercadorias de luxo em todo o pa√≠s.

O delegado titular da DRCC - Palmas, Lucas Brito Santana, destacou que C.A.P.O. é o principal suspeito das pr√°ticas criminosas. Após dois mandados de busca em imóveis vinculados ao suspeito, diversos itens de proced√™ncia suspeita foram apreendidos, incluindo mercadorias adquiridas com cartões e dados de terceiros, joias, documentos falsos, cartões banc√°rios, telefones celulares espec√≠ficos para as pr√°ticas fraudulentas, e substâncias entorpecentes.

Meses após ser colocado em liberdade, o suspeito retomou suas atividades criminosas, utilizando documentos e dados da mesma v√≠tima para adquirir artigos de luxo em lojas virtuais. Diante da reiteração criminosa, a autoridade policial representou pela prisão preventiva do indiv√≠duo, que foi prontamente deferida pelo Poder Judici√°rio.

A prisão ocorreu em Balne√°rio Cambori√ļ, onde o suspeito foi localizado. Durante a operação, outro indiv√≠duo foragido da justiça catarinense que estava em companhia de C.A.P.O. também foi detido. Após os procedimentos legais, ambos foram encaminhados para uma unidade prisional local, onde C.A.P.O. ficar√° à disposição da justiça tocantinense.

O inquérito policial foi finalizado, e C.A.P.O. foi indiciado por furto mediante fraude, estelionato mediante fraude eletrônica, falsificação de documento p√ļblico, falsidade ideológica, uso de documento p√ļblico falso e falsa identidade. O procedimento foi encaminhado ao Poder Judici√°rio, com vistas ao Ministério P√ļblico Estadual.

O delegado Lucas Brito Santana ressaltou o sucesso das ações de repressão às infrações penais cometidas em meio virtual ao longo do ano de 2023, destacando sete prisões, cumprimento de 44 mandados de busca domiciliar, o indiciamento de 38 indiv√≠duos e a apreensão de dispositivos eletrônicos e proveitos criminosos.

Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias
Acompanhantes em Goi?nia