Segurança P√ļblica

Polícia Civil prende homem condenado por estupro, sequestro e cárcere privado em Nova Olinda

Indiv√≠duo, que recebeu pena de mais de dez anos de reclusão, foi capturado em operação conjunta das delegacias de Aragua√≠na e Nova Olinda

Por Redação

07/02/2024 às 20:32:52 - Atualizado h√°
Foto: SSP/TO

Em uma ação determinada, policiais civis da 3¬™ Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Araguaína, com o apoio da 27¬™ Delegacia de Nova Olinda, realizaram na tarde desta terça-feira, 6, uma operação que resultou na prisão de um indivíduo de 43 anos, condenado por uma série de crimes, incluindo estupro, sequestro e c√°rcere privado.

Segundo a delegada Sarah Lilian, o homem foi condenado por crimes cometidos contra sua então companheira no ano de 2022. Após minuciosa investigação da Polícia Civil e denúncia do Ministério Público, ele recebeu uma pena de mais de 10 anos de reclusão, sendo condenado pela Vara Especializada no Combate à Viol√™ncia Doméstica e Familiar contra a Mulher de Araguaína.

A captura do indivíduo ocorreu em uma resid√™ncia às margens da BR 153, na cidade de Nova Olinda, onde ele se encontrava. Após a prisão, o homem foi encaminhado à 5¬™ Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína, onde foram realizados os procedimentos legais necess√°rios. Posteriormente, ele foi recolhido à Unidade Penal Regional local, onde iniciar√° o cumprimento de sua pena.

A delegada Ana Maria Varjal, também da 3¬™ DEAM, destacou a importância da prisão, ressaltando a gravidade dos crimes pelos quais o homem foi condenado. "A vítima enfrentou uma série de viol√™ncias, físicas, sexuais e psicológicas, e conseguiu sobreviver apenas por sua coragem. Esta prisão traz um alívio para ela e reforça nosso compromisso com a segurança e a proteção das mulheres", afirmou.

Sarah Lilian reforçou o compromisso da Polícia Civil em combater a viol√™ncia contra as mulheres e garantir que os agressores sejam responsabilizados por seus atos. "Nossa missão é assegurar que as mulheres estejam sempre protegidas e que aqueles que insistem em cometer crimes sejam identificados e punidos conforme a lei", concluiu.

Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias
Acompanhantes em Goi?nia