Segurança PĂșblica

Polícia Civil prende homem por tráfico de drogas e apreende arma de fogo em Araguaína

Operação Protetor resulta na detenção de indivĂ­duo envolvido com o comĂ©rcio ilĂ­cito de entorpecentes e posse irregular de armamento.

Por Redação

20/02/2024 às 17:27:32 - Atualizado hĂĄ
Foto: PC/TO

A Polícia Civil, por meio da 2ÂȘ Divisão de Repressão a Narcóticos (DENARC - Araguaína), efetuou a prisão de um indivíduo de 27 anos, nesta segunda-feira, 19, sob acusação de trĂĄfico de drogas. A ação, parte da Operação Protetor, resultou também na apreensão de porções de entorpecentes e uma arma de fogo na residĂȘncia do suspeito, localizada no Setor Costa Esmeralda.

Segundo o delegado titular da DENARC - Araguaína, José Anchieta de Menezes Filho, a operação foi desencadeada após cerca de uma semana de investigações que identificaram o uso da residĂȘncia do indivíduo como ponto de venda de drogas. O trabalho dos investigadores da Polícia Civil revelou movimentações suspeitas na casa, levando à realização da prisão.

Durante a busca na residĂȘncia, os policiais civis encontraram e apreenderam diversas porções de cocaína e maconha, além de uma pistola calibre 380, dois carregadores, um silenciador e uma mĂĄquina de passar cartão, supostamente utilizada para realizar transações relacionadas ao trĂĄfico de drogas.

Inicialmente, suspeitou-se que a arma de fogo apreendida pudesse estar ligada ao homicídio de um motorista de aplicativo ocorrido em dezembro de 2023. No entanto, as investigações conduzidas pela 2ÂȘ Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP - Araguaína) esclareceram que a arma utilizada no crime era de outro calibre, e que o alvo não era o motorista, mas sim outro indivíduo no veículo.

O suspeito detido durante a Operação Protetor possui antecedentes criminais por trĂĄfico de drogas no Estado do Maranhão, tendo cumprido aproximadamente sete anos de pena no presídio de Pedrinhas, em São Luís. Atualmente em liberdade condicional, ele foi encaminhado à Unidade Penal Regional de Araguaína após os procedimentos legais.

O delegado Anchieta ressaltou a importância da prisão, destacando a relevância de retirar mais um traficante de circulação e a necessidade de investigar qualquer possível ligação do indivíduo com o homicídio anteriormente mencionado.

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias