Cidades

Detento Condenado a 18 Anos por Assassinato na Casa de Prisão Provisória de Dianópolis

Tribunal do Júri acata acusação do Ministério Público e impõe pena ao réu pelo homicídio de outro detento.

Por Redação

28/02/2024 às 14:27:35 - Atualizado há
Foto: Reprodução

Em sessão do Tribunal do Júri realizada em Dianópolis na última sexta-feira, 23, o réu Cidney Maximo Martins foi condenado a 18 anos de reclusão pelo assassinato de Ivany Dias dos Santos, ocorrido dentro da Casa de Prisão Provisória da cidade em 2015.

O Conselho de Sentença acatou as teses de acusação do Ministério Público do Tocantins (MPTO), que argumentou que Cidney, juntamente com a vítima, trabalhava internamente na unidade prisional. No dia do crime, enquanto realizavam limpeza na área externa, Cidney atacou Ivany com um facão, desferindo golpes fatais na cabeça e no abdome, resultando na morte da vítima.

O representante do MPTO destacou a incidência da qualificadora de uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, argumento que foi acatado pelos jurados, resultando em uma pena mais severa para o condenado.

A acusação foi conduzida pelo promotor de Justiça Rogério Rodrigo Ferreira Mota, coordenador do Núcleo do Tribunal do Júri do Ministério Público do Tocantins (MPNujuri).

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias