Cidades

Justiça Condena Homem a 32 Anos por Homicídio e Outros Crimes em Gurupi

Ministério Público do Tocantins obtém vitória no Tribunal do Júri de Gurupi com a condenação de Wallakson Alves do Nascimento.

Por Redação

29/02/2024 às 10:00:00 - Atualizado há
Foto: Reprodução

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) celebra uma significativa conquista no Tribunal do Júri de Gurupi com a condenação de Wallakson Alves do Nascimento a 32 anos de prisão em regime fechado. A sentença é decorrente do homicídio qualificado de Victor Belchior Dias Barros, um jovem de apenas 15 anos, e outros delitos associados.

Representando o MPTO, o promotor de Justiça Rafael Alamy argumentou incisivamente pela condenação do réu durante o julgamento realizado na última segunda-feira, 26.

O crime, ocorrido em julho de 2020, foi motivado por retaliação após a vítima ter reconhecido em juízo os responsáveis pelo roubo de uma motocicleta que ele conduzia no momento do assalto.

Para evitar o possível reconhecimento, Wallakson, Kayque dos Santos Barreira e Luciano Carvalho da Silva, membros da mesma facção criminosa dos assaltantes, decidiram eliminar a testemunha. Seguiram Victor, que estava em uma moto, e o atingiram com um disparo de arma de fogo, resultando em sua morte.

Além do homicídio, Wallakson foi condenado pela tentativa de homicídio de Gabriel Lindolfo Ribeiro, que estava na garupa da moto conduzida pela vítima e ficou ferido. Também foi constatado seu envolvimento com uma organização criminosa ativa na cidade.

Em 2022, Kayque dos Santos Barreira e Luciano Carvalho da Silva foram absolvidos em um julgamento anterior, mas o MPTO contestou a sentença e obteve sucesso no recurso, resultando na determinação de um novo julgamento pelo Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO).

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias