Revelações surpreendentes: Ex-diretora das Lojas Americanas transfere bens ao filho antes do escândalo financeiro

Intrigantes movimentações financeiras: ex-diretora das Lojas Americanas transfere participações em empresa ao filho pouco antes do escândalo que abalou a companhia.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Uma reviravolta foi revelada no escândalo financeiro que abalou as Lojas Americanas. Segundo uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo, a ex-diretora Anna Christina Ramos Saicali transferiu participações em uma empresa no valor de R$ 13 milhões para o seu filho. O mais intrigante é que essa transferência ocorreu menos de um mês antes da divulgação das "inconsistências contábeis" de cerca de R$ 20 bilhões pela empresa.

Os registros mostram que Anna Christina realizou a movimentação financeira através da Taboca Ventures Participações Ltda., empresa aberta em 2018, segundo os registros da Junta Comercial de São Paulo. No final do ano passado, a empresa possuía um valor total de aproximadamente R$ 13 milhões. Durante esse período, a executiva transferiu praticamente todas as quotas da Taboca para o seu filho, Antonio Saicali Montanha Alves Correa. Atualmente, ela detém apenas R$ 1 de todo o patrimônio da empresa.

Em resposta à reportagem, o advogado da ex-diretora, Antenor Madruga, negou que a transferência tenha ocorrido para proteger o patrimônio diante de possíveis investigações. Ele afirma que a operação foi realizada como parte de um planejamento sucessório motivado por questões de saúde.

No entanto, apesar da negação da ex-diretora, a atual gestão das Lojas Americanas alega que ela está envolvida em um suposto esquema de fraude. Em um comunicado divulgado em junho, a companhia menciona Anna Christina como uma das participantes desse esquema, juntamente com outros executivos e o ex-diretor-presidente Miguel Gutierrez.

Diante dessas revelações, a empresa está sob investigação da Comissão de Valores Mobiliários, Polícia Federal e Ministério Público Federal. Além disso, o caso se tornou tema de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Câmara dos Deputados, buscando esclarecer todas as circunstâncias que envolvem o escândalo financeiro que abalou as Lojas Americanas.

As próximas semanas prometem ser decisivas para desvendar os mistérios por trás das transferências de bens e das "inconsistências contábeis" que abalaram uma das maiores empresas do país. Acompanharemos de perto os desdobramentos desse escândalo e traremos mais informações conforme o caso se desenvolve.