Prefeito de Goiânia anuncia revitalização do Beco da Codorna e museu de arte urbana a céu aberto

Por GG Noticias em 13/06/2022 às 07:00:00

Prefeito de Goiânia anuncia revitalização do Beco da Codorna e museu de arte urbana a céu aberto. (Foto: Daiany Pereira)

O prefeito Rogério Cruz anunciou projeto para revitalizar o Beco da Codorna, museu de arte urbana a céu aberto, no Centro de Goiânia, durante visita ao local na manhã deste sábado (11/06). O espaço vai receber nova iluminação, melhoria no asfalto e outros benefícios. A ação faz parte do programa de revitalização da região central da capital, que inclui isenção ou redução no IPTU para novas residências e estabelecimentos comerciais.

"Queremos aplicar o conceito de morar, trabalhar e se divertir no Centro de Goiânia. Vamos fazer uma grande recuperação no Beco da Codorna. Aqui temos belos painéis de arte urbana, feitos por artistas da nossa cidade. Objetivo é fazer com que a arte do Beco da Codorna seja conhecida em todo mundo", afirmou Rogério Cruz.

Rogério Cruz conversou com o presidente da Associação dos Grafiteiros de Goiás, Eduardo Aiog, que contou um pouco da história do museu de arte urbana. A ideia surgiu por parte de alunos de Publicidade e Propaganda, e foi abraçada pelos artistas goianos, principalmente os grafiteiros. A partir de então, a viela recebeu shows, arraiás e diversos eventos culturais.

A revitalização vai contar com nova iluminação, que valorizará a arte nas paredes do museu a céu aberto, além de garantir maior segurança para os frequentadores. O asfalto do local será recuperado, e a entrada da atração também passará por mudanças.

Revitalização
As intervenções no Beco da Codorna fazem parte de um projeto que visa revitalizar o Centro da Capital. A prefeitura inseriu dentro do Código Tributário Municipal (CTM) uma série de incentivos para recuperar a região, que é um dos maiores acervos de Art Déco do mundo.

Entre as ações estão isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) pelo período de cinco anos após a certidão de conclusão da obra para aquisição de imóveis em prédios novos; redução de 70% no Imposto Territorial Urbano (ITU) para estacionamentos localizados no Centro; isenção de IPTU por até dois anos para empresários que aderirem ao programa de ordenação dos engenhos de publicidade, e isenção de 30% do IPTU para imóveis classificados como bens culturais.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comunicar erro
UnirG

Comentários

Anuncie