São Paulo se aproxima de grande reforço: Lucas Moura negocia com clube da MLS e pode ser emprestado ao Tricolor

Meia-atacante avalia oferta da Arábia Saudita, mas preferência é pelos EUA, o que anima o São Paulo.

Foto: AFP

Foto: AFP

O São Paulo está prestes a acertar um gol de placa no mercado da bola! As negociações com o talentoso meia-atacante Lucas Moura estão avançadas, e a torcida tricolor pode se animar com a possibilidade de tê-lo novamente vestindo a camisa do clube. O jogador está em vias de ser emprestado por um clube da MLS (Major League Soccer, dos EUA) e desembarcar no São Paulo até o fim do ano, antes de seguir para seu novo destino, ainda mantido em sigilo. Além disso, uma oferta da Arábia Saudita também está na mesa, mas Lucas já manifestou interesse em atuar nos Estados Unidos, o que deixa o Tricolor otimista na negociação. A resposta do meia-atacante deve sair em breve, e o São Paulo mantém as esperanças em alta.

O craque brasileiro teve uma conversa direta com os dirigentes do São Paulo nesta sexta-feira e se animou com a perspectiva de retornar ao Brasil para jogar até o final da temporada. Na MLS, a liga americana, existe um limite de jogadores estrangeiros por equipe, mas a média é de oito atletas estrangeiros por time. Portanto, uma vaga estaria disponível para Lucas Moura até dezembro. Desde sua saída do Tottenham, o meia-atacante não recebeu nenhuma proposta que o cativasse a ponto de permanecer na Europa. Entretanto, neste estágio avançado da janela de transferências europeia, a maioria dos principais clubes já tem seus elencos praticamente definidos, o que torna o São Paulo uma opção mais atrativa para o jogador.

Essa situação pode favorecer o Tricolor paulista, que intensificou suas tratativas com Lucas Moura nos últimos dias. O clube oferece a ele a oportunidade de retornar ao Brasil para vestir a camisa são-paulina, o que também proporciona uma vitrine importante para o jogador mostrar seu talento novamente em solo brasileiro. Uma estratégia semelhante foi adotada em 2014 com Kaká, que fechou contrato com o Orlando City, dos EUA, mas foi emprestado ao São Paulo até o fim daquele ano, antes de iniciar a temporada na MLS.

Apesar do interesse do Monterrey, do México, que se aproximou de Lucas, o jogador demonstrou preocupação com a relação com a torcida tricolor, especialmente após a repercussão da notícia de uma possível ida ao clube mexicano, o que gerou reações negativas dos torcedores. Diante desse cenário, o São Paulo tem sido paciente e cuidadoso nas tratativas para contratar o talentoso meia-atacante.

Uma vantagem considerável é que, como Lucas Moura está atualmente sem contrato, ele não precisa ser registrado pelo clube antes do fim da janela de transferências, que ocorre na quarta-feira. Isso permite que o São Paulo continue trabalhando nos bastidores e buscando a contratação do jogador com tranquilidade e sem pressa.