Atacante do Flamengo registra agressão e laudo aponta lesões no rosto e na boca após jogo contra Atlético-MG

Confusão no vestiário após partida resulta lesões em Pedro e registro de BO contra Pablo Fernández.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Um acontecimento lamentável abalou os bastidores do futebol após o jogo entre Flamengo e Atlético-MG, em Belo Horizonte. O atacante do Flamengo, Pedro Guilherme, foi vítima de uma agressão no vestiário após a vitória do rubro-negro por 2 a 1. O episódio envolveu um desentendimento com o preparador físico do clube adversário, Pablo Fernández, e resultou em lesões no rosto e na boca do jogador carioca, de acordo com informações do laudo do exame de corpo de delito realizado pela Polícia Civil.

A confusão ocorreu na noite do último sábado (29) nas dependências do Arena Independência, na Região Leste de BH, e o atacante Pedro Guilherme não hesitou em tomar as medidas legais ao registrar um boletim de ocorrência contra o preparador físico Pablo Fernández. A Polícia Civil de Minas Gerais informou que ambos foram ouvidos por meio da Central Estadual do Plantão Digital.

A madrugada de domingo (30) foi marcada pelo exame de corpo de delito realizado em Pedro Guilherme, que constatou lesões leves no rosto e na boca do atacante. Diante disso, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), devido ao crime ter sido de menor potencial. O preparador físico Pablo Fernández também compareceu à delegacia para os procedimentos de polícia judiciária, sendo liberado após os trâmites legais.

O caso chocou o meio esportivo, e o Flamengo, clube ao qual Pedro Guilherme pertence, está acompanhando de perto os desdobramentos da situação. A ocorrência serve como alerta para a importância do respeito e da civilidade no ambiente esportivo e reforça a necessidade de punição adequada em casos de agressão, mesmo em contextos de alta emoção.