Sa√ļde Especial

Especialistas chamam a atenção para prevenção e combate ao câncer de cabeça e pescoço

Importância do diagnóstico precoce e da adoção de h√°bitos saud√°veis √© destaque do Julho Verde

Por Fernanda Cappellesso com informações de Naiara Gonçalves

27/07/2021 às 08:52:12 - Atualizado h√°

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), apontam que cânceres de cabeça e pescoço estão entre os dez tipos mais comuns no mundo, com 700 mil novos casos a cada ano. Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que esses tumores são respons√°veis por pelo menos 10 mil mortes por ano no Brasil.

A comunidade médica utiliza a data de 27 de julho como o Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço para promover o reconhecimento de sintomas para diagnóstico e prevenção desse tipo de tumor. Especialistas destacam que é muito importante ressaltar que, quando diagnosticado precocemente, as chances de cura são de 90%, número que cai para 40% em est√°gios avançados do câncer.

"O câncer de cabeça e pescoço abrange um conjunto de tumores que atinge boca, faringe, laringe, língua, palato mole e duro, gengiva, bochechas, amígdalas, esôfago, seios paranasais e tireoide. Sendo este último o quinto tipo de câncer mais comum entre mulheres", esclarece o médico oncologista clínico, Gabriel Felipe Santiago.

Aumento de casos na pandemia

A pandemia fez com que os números de casos de diversos tipos de tumores aumentassem, e com o câncer de cabeça e pescoço não é diferente. Segundo especialistas, o número de mortalidade desses tumores j√° alcança 20%, o que pode ser explicado pelo fato da população recorrer tardiamente a um médico.

"O medo de procurar auxílio médico em meio a crise sanit√°ria pode acabar resultando em um diagnóstico tardio do câncer, o que, consequentemente, pode diminuir as chances de cura", explica Gabriel.

Além disso, o sedentarismo e o aumento no consumo de √°lcool e tabaco durante a pandemia também influenciam nesses dados. É necess√°rio, então, reconhecer o tumor o quanto antes para ampliar as chances de cura. "Por isso, esteja atento aos sintomas", alerta.

Sintomas e Causas

Nas fases iniciais, o tumor costuma não apresentar sintomas, mas conforme se desenvolve, alguns sinais surgem.

"É necess√°rio ficar atento às manifestações persistentes, como manchas avermelhadas ou brancas na boca, aftas, lesões nos l√°bios que não cicatrizam, rouquidão que não melhora, nódulos no pescoço, dificuldade para engolir e mudança na voz. Por isso, é fundamental buscar um serviço de saúde, identificar o câncer e realizar um diagnóstico precoce", indica o oncologista.

Os fatores de risco são tabagismo, alcoolismo e a infecção pelo HPV (papilomavírus humano). Por isso, alguns h√°bitos podem ajudar a evitar tumores de cabeça e pescoço como não fumar ou consumir √°lcool em excesso, manter uma alimentação balanceada, realizar higiene bucal da forma correta e manter as consultas ao odontologista em dia.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico pode ser feito por meio de exames de imagem como raio-x, ressonância magnética, endoscopia, ultrassom, laringoscopia e tomografia. Depois de encontrado o nódulo, uma biópsia é solicitada para que haja a confirmação do tumor. A partir disso, o melhor tratamento para cada caso é indicado.

Cirurgias, radioterapia, quimioterapia, terapia-alvo e imunoterapia são as principais opções de tratamento. A quimioterapia e a radioterapia são indicadas em casos de tumores mais avançados. J√° a imunoterapia é um tratamento menos agressivo à base de medicamentos, indicada também em casos onde h√° a progressão do câncer durante ou após o tratamento com quimioterapia.


Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias