Estado anuncia implantação de cursos superiores em Paranã

Projeto do governo do Tocantins executado pela Unitins, em parceria com a Secretaria da Educação, tem como meta ofertar 7 mil vagas de graduação em todo Estado até 2027.

Por GG Noticias em 22/06/2022 às 11:29:26

Durante a audiência pública, foram apresentados os cursos que poderão ser iniciados no segundo semestre deste ano (Foto: Marcio Vieira)

O Governo do Tocantins, por meio do projeto TO Graduado, que é uma parceria entre Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), anunciou a implantação de cursos tecnólogos em Paranã, município do sudeste do Estado. Na audiência pública, que ocorreu na tarde dessa segunda-feira, 20, na feira coberta da cidade, foram apresentados os cursos que poderão ser iniciados já no segundo semestre deste ano.

No total 15 cidades do Estado serão contempladas com a instalação dos núcleos de atuação universitária, totalizando 7 mil vagas em cursos superiores ofertados entre 2022 e 2027.

Os critérios para escolha dos municípios inclui quantitativo populacional acima de 10 mil habitantes; não existir ainda oferta pública de ensino superior na cidade; existir uma escola estadual disponível para instalação do núcleo, além do interesse da comunidade pelos cursos ofertados.

Para o município de Paranã, o rol de cursos apresentados pelo reitor da Unitins Augusto Rezende são: agronegócio; gestão pública; análise e gestão de mídias sociais; análise e desenvolvimento de softwares; e gestão em turismo.

Reitor da Unitins, Augusto Rezende, apresentou os cursos para a comunidade (Foto: Marcio Vieira)Reitor da Unitins, Augusto Rezende, apresentou os cursos para a comunidade (Foto: Marcio Vieira)

"Trouxemos para Paranã sete opções de cursos. Agora a comunidade precisa decidir e nos entregar essa devolutiva de duas ou três opções de cursos que melhor atendam a região. E com apoio do Governo do Tocantins, da Assembleia Legislativa, da Câmara Municipal e da Prefeitura, chegaremos já na segunda quinzena de agosto com o vestibular dando oportunidade para cada um desses jovens", explicou o reitor, adiantando que para o próximo ano também poderão ser incluídas as licenciaturas de História e de Pedagogia.

Edmar José da Cruz, prefeito de São Salvador, município vizinho a 42 km de Paranã, comemorou a notícia. "Se antes nossos jovens precisavam ir até Gurupi, há 270 km, para ter acesso ao ensino superior, agora, estarão perto desse conhecimento. Só temos que comemorar e agradecer por essa descentralização da educação superior."

O governador Wanderlei Barbosa destacou o objetivo do projeto. "Desde o princípio da nossa gestão buscamos fazer a descentralização dos serviços públicos, desde o atendimento do Detran, dos Núcleos de Identificação e agora com o ensino superior. Paranã é uma das cidades mais antigas do nosso Estado e queremos trazer para cá os cursos mencionados, como curso de Turismo, os ligados ao Agronegócio, de Gestão Pública e vários outros cursos, para que os moradores tenham a oportunidade de aprender e também de transmitir. É isso que nós estamos fazendo", enfatizou o Governador.

O secretário de Estado da Educação, Fábio Vaz, lembrou que o projeto também integra as secretarias, gerando economia e desenvolvimento das regiões. "O núcleo irá funcionar no contraturno de uma escola estadual. A Unitins irá montar um laboratório com 40 computadores e um técnico de informática para atender os alunos dos cursos tecnólogos e da escola. Isso também faz a economia girar e propicia a qualificação de todos", lembrou o secretário, enfatizando também as reformas escolares que ocorrem por todo o Estado.

Desde o início de maio, o Governo do Tocantins, em parceria com os municípios, realiza audiências públicas para discussão da implantação dos núcleos de atuação universitária. Até o momento, Paranã, Sítio Novo, Guaraí, Itacajá, Colmeia e Caseara são as cidades confirmadas para implantação dos cursos tecnólogos.

No total, 15 cidades do Estado serão contempladas com a instalação dos núcleos de atuação universitária, totalizando 7 mil vagas em cursos superiores ofertados entre 2022 e 2027 (Foto: Nonato de Souza)No total, 15 cidades do Estado serão contempladas com a instalação dos núcleos de atuação universitária, totalizando 7 mil vagas em cursos superiores ofertados entre 2022 e 2027 (Foto: Nonato de Souza)

Fonte: Bico 24 horas

Comunicar erro
UnirG

Comentários

Anuncie