Geral Justiça

Policial Penal Condenado a Mais de 18 Anos por Homicídio a Golpes de Facão em Palmas

Dorvilê Sobrinho Costa foi condenado por homicídio qualificado em julgamento que durou mais de 18 horas.

Por Redação

30/06/2024 às 22:22:32 - Atualizado há
Foto: Reprodução

O policial penal Dorvilê Sobrinho Costa foi condenado a 18 anos e nove meses de reclusão pelo assassinato de seu vizinho, Gustavo Pereira Batista, a golpes de facão. O veredicto foi anunciado na última quinta-feira, 27, após uma extensa sessão do Tribunal do Júri em Palmas.

O julgamento, que durou mais de 18 horas, contou com o depoimento de 10 testemunhas e do acusado. Os jurados aceitaram as teses apresentadas pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO), que sustentou a prática de homicídio qualificado por motivo fútil e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

A acusação foi conduzida pelo promotor de Justiça Argemiro Ferreira dos Santos Neto, que destacou a relação entre o réu e a vítima. Ambos moravam no mesmo lote, com Dorvilê residindo em uma casa e Gustavo em uma kitnet alugada, de propriedade do policial penal.

Inicialmente, Dorvilê e Gustavo mantinham uma relação de amizade. No entanto, segundo o MPTO, Dorvilê começou a sentir ciúmes de Gustavo, suspeitando que ele tinha interesse em sua esposa. Esse ciúme teria motivado o ataque fatal na noite de 23 de setembro de 2022, quando Dorvilê surpreendeu Gustavo com uma sequência de golpes de facão. Gustavo Pereira Batista morreu no local do ataque.

A condenação de Dorvilê Sobrinho Costa a 18 anos e nove meses de reclusão reflete a gravidade do crime e a aceitação, pelos jurados, das qualificadoras apresentadas pelo MPTO.

Comunicar erro
GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias
Acompanhantes em GoianiaUniversitarias CLub