Opini√£o Opini√£o

Projetos de modernização de rodovias brasileiras devem ampliar segurança e fluidez das vias

Por Sylvio Calixto é CEO da Pumatronix.

04/06/2021 às 16:30:06 - Atualizado h√°

Trafegar em rodovias equipadas com solu√ß√Ķes e sensores que conectam as concession√°rias e seus usu√°rios instantaneamente. Ter acesso a informa√ß√Ķes em tempo real para possibilitar a tomada de decis√Ķes das entidades de fiscaliza√ß√£o e, além disso, propiciar maior fluidez no tr√°fego de veículos e seguran√ßa para motoristas e passageiros. Toda essa moderniza√ß√£o atrelada à tecnologia é um sonho para a infraestrutura vi√°ria de qualquer país.

No Brasil, esse cen√°rio est√° cada vez mais possível. Uma das iniciativas mais recentes é o Programa de Moderniza√ß√£o de Rodovias Federais, o [email protected], recentemente anunciado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Os pilares do Programa est√£o baseados em Seguran√ßa, por meio da preserva√ß√£o da vida e repress√£o de crimes; fluidez, para proporcionar um deslocamento eficiente e o investimento em tecnologia, facilitando a comunica√ß√£o entre entidades e usu√°rios por meio de acesso 4G, 5G e Wifi, além do ped√°gio com cobran√ßa proporcional ao trecho percorrido, também chamado de Free Flow.

Esse sistema tem chamado a aten√ß√£o dos usu√°rios por permitir cobran√ßas proporcionais ao quilômetro rodado por meio de portais instalados pela via, ao invés das tradicionais pra√ßas de cobran√ßa. Ele j√° é realidade h√° alguns anos em países da Europa e da América do Norte, além do Chile, na América Latina.

Essa tecnologia vem ao encontro dos avan√ßos necess√°rios também no Brasil. Percorrer as estradas sem precisar parar nas pra√ßas de ped√°gio é um desejo de muitos motoristas que j√° estiveram em outros países e puderam utilizar o sistema de passagem ou fluxo livre.

A solu√ß√£o vai além da agilidade e da inova√ß√£o tecnológica. O pagamento proporcional ao trecho percorrido reflete em uma coleta da arrecada√ß√£o de uma forma mais justa, proporcional ao uso da via. Atualmente, em v√°rias rodovias, como a Via Dutra, por exemplo, estima-se que menos da metade dos veículos efetivamente paga pelo ped√°gio, por trafegar em trechos n√£o alcan√ßados pelas pra√ßas de cobran√ßa.

Um outro ponto benéfico aos usu√°rios é a preven√ß√£o de acidentes que ocorrem nas pra√ßas de ped√°gio. Casos como o ocorrido em abril deste ano, quando houve um acidente fatal na Rodovia BR 050, com um caminh√£o que trafegava desgovernado e acabou colidindo com os veículos parados na pra√ßa. O sistema Free Flow também é uma medida que privilegia a seguran√ßa dos usu√°rios.

Com a implementa√ß√£o do sistema de fluxo livre, sistemas com base em intelig√™ncia artificial poder√£o ser aplicados para a fiscaliza√ß√£o de veículos infratores. Esses sistemas podem auxiliar no controle de evas√Ķes de cobran√ßa nesses trechos. O Compare, sistema que identifica veículos mesmo que a placa esteja adulterada, é uma das solu√ß√Ķes capazes de prevenir essa conduta.

Atualmente no Brasil muitas empresas possuem estrutura tecnológica para suportar a moderniza√ß√£o anunciada. Muitas delas genuinamente nacionais, com desenvolvimento e fabrica√ß√£o local. Espera-se benefícios pr√°ticos refletidos na sociedade nos aspectos de moderniza√ß√£o, conforto e seguran√ßa vi√°ria. Mas também outros benefícios, de cunho econômico, refletidos no fortalecimento das empresas nacionais e na gera√ß√£o de novos empregos com forte base tecnológica.



Comunicar erro
GG Notícias

© 2021 GG Notícias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Notícias