Segurança P√ļblica

Polícia Civil Conclui Inquérito e Indicia Mãe e Filho pela Morte de Ex-Vereador de Mateiros

A morte comoveu a população de Mateiros, uma vez que a v√≠tima era uma pessoa muito conhecida na cidade.

Por Redação

19/06/2024 às 01:42:57 - Atualizado h√°
Foto: SSP/TO

Nesta terça-feira, 18, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio da 81¬™ Delegacia de Ponte Alta do Tocantins, concluiu o inquérito que investigava a morte do ex-vereador de Mateiros, Abidoral Ribeiro de Jesus, de 45 anos. A investigação resultou no indiciamento de uma mulher de 55 anos e seu filho de 30 anos por homicídio qualificado.

De acordo com o delegado Roberto Assis, respons√°vel pelo caso, o incidente ocorreu em 18 de maio durante uma festa em uma ch√°cara na zona rural de Mateiros. A vítima, Abidoral, teria jogado um balde de √°gua para baixar a poeira onde as pessoas dançavam, o que desencadeou a briga. A mulher, descontente com o ato, confrontou Abidoral, e durante a discussão, seu filho imobilizou a vítima com um golpe conhecido como "mata-leão". Nesse momento, a mulher esfaqueou Abidoral quatro vezes nas n√°degas. Mesmo socorrido, ele não resistiu aos ferimentos e faleceu.

As equipes da 81¬™ Delegacia, sob a liderança do delegado Roberto Assis, iniciaram as investigações imediatamente após o ocorrido. Eles conseguiram identificar os autores e esclarecer a motivação do crime. Com as investigações concluídas, os dois suspeitos foram indiciados por homicídio qualificado. O inquérito foi remetido ao Poder Judici√°rio e ao Ministério Público do Tocantins para as medidas legais necess√°rias.

A morte de Abidoral Ribeiro de Jesus, uma figura muito conhecida e querida em Mateiros, causou grande comoção na cidade. O delegado Roberto Assis comentou sobre a resposta r√°pida e eficaz da Polícia Civil, que em pouco mais de um m√™s elucidou o crime. "Por meio de um trabalho minucioso de investigações, conseguimos identificar os autores desse crime b√°rbaro. Agora, o inquérito foi enviado ao Poder Judici√°rio e esperamos que os envolvidos sejam julgados rapidamente para atender ao clamor da população", afirmou.

Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

GG Noticias

© 2024 GG Noticias - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GG Noticias
Acompanhantes em GoianiaUniversitarias CLub